Seca no Brasil e nos EUA provoca alta nos preços de alimentos

Os preços do café, carnes e até vegetais estão registrando altas significativas em supermercados dos Estados Unidos, segundo o site The Wall Street Journal. O clima seco que atingiu áreas produtivas no Brasil e nos EUA nos últimos meses estaria prejudicando o desenvolvimento de lavouras e da pecuária.

Analistas de mercado norte-americanos estimam que os preços dos alimentos no varejo poderão subir até 3,5% este ano, o que seria a maior alta anual registrada nos últimos três anos.

O Escritório de Estatísticas de Trabalho dos EUA relatou que os preços de alimentos subiram 0,4% em fevereiro em relação ao mês passado, registrando a maior alta desde setembro de 2011. Os preços de carne bovina, de frango, suína, laticínios e ovos foram os principais que subiram nos EUA.

Gado em pasto seco em uma fazenda da Califórnia, em fevereiro deste ano, época em que os campos geralmente estão cobertos por pastagens verdes. Fonte: France Press.

Nos Estados Unidos, grande parte da alta nos preços de carnes e laticínios foi causada por anos consecutivos de secas, que provocaram a queda na disponibilidade de gado em estados como Texas e Califórnia. O aumento da demanda por leite e laticínios em países asiáticos também contribuiu para a alta.

Os preços também estão mais altos para frutas, açúcar e bebidas, Segundo informações governamentais.

No mercado futuro, os preços do café já subiram mais de 70% este ano, carnes de suínos já subiram 42% e o cacau registrou alta de 12%, também por conta do aumento da demanda.

Seca no Brasil

O Wall Street Journal destaca os estragos que a seca prolongada causou nas lavouras de café no Brasil e classifica a alta do arábica como “drástica”.

A seca no Sul da Ásia também provocou a alta nas cotações do óleo de palma.

Analistas norte-americanos esperam que os preços parem de subir de os produtores plantarem, conforme o esperado, áreas maiores de milho e soja nesta temporada, além de confiar em um clima mais favorável para o desenvolvimento das lavouras.

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) estimou no mês passado que os preços de alimentos no varejo subirão entre 2,5% a 3,5% este ano. No ano passado, os alimentos subiram em média 1,4%.

The Wall Street Journal

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s