#NaPapuda “Há sensação de corrupção pois ela não fica embaixo do tapete”, diz Gilberto Carvalho

O ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, afirmou nesta quarta-feira (9) que a sensação de corrupção é maior na gestão petista “porque ela não fica embaixo do tapete”. “Há mais sensação de corrupção, sim, porque hoje ela não fica embaixo do tapete, porque a Polícia Federal tem independência para fazer isso [investigar]”, disse o ministro.

A declaração foi dada durante audiência pública na Comissão de Segurança da Câmara dos Deputados, à qual Carvalho foi convocado para falar sobre o apoio do governo federal ao MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra) e sobre as acusações contra ele feitas pelo ex-secretário nacional de Justiça Romeu Tuma Júnior.

O ministro deu as declarações em resposta a um questionamento do deputado federal Domingos Sávio (PSDB-MG), líder da oposição, que acusou o governo de “calar” e “impedir” a Polícia Federal de fazer seu trabalho.

A Caixa Econômica Federal, o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) e a Petrobras ajudaram a bancar evento realizado durante o 6º Congresso Nacional do MST em Brasília. Ao todo, foi gasto cerca de R$ 1,6 milhão em recursos públicos e de empresas com economia mista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s