Planalto age para desmoralizar jornalistas

O candidato à Presidência pelo PSDB, Aécio Neves, cobrou da presidente Dilma Rousseff uma explicação para as críticas, feitas a partir da rede de internet do Palácio do Planalto, no perfil dos jornalistas Carlos Alberto Sardenberg e Miriam Leitão na Wikipédia. Por meio do Facebook, ele divulgou mensagem em que defende uma apuração sobre o caso e diz “estar provado que o Palácio do Planalto age para desmoralizar jornalistas independentes”.

“É lamentável o desrespeito que setores do governo demonstram ao contraditório. Talvez ninguém mais do que eu tenha sido vítima da intolerância criminosa de setores do partido do governo, como já comprovado em vários casos. É preciso que essas denúncias sejam investigadas a fundo e os responsáveis punidos. Mas também é necessária uma palavra da presidente da República que, em última instância, é responsável pelas pessoas que nomeia e pelo que ocorre na sede do governo brasileiro. Afinal, hoje está provado que o Palácio do Planalto age para desmoralizar jornalistas independentes, que de lá saem perguntas para fraudar uma CPI, e que lá é feito o monitoramento político dos apoiadores dos adversários do PT”, escreveu o tucano.

Mais cedo, a liderança do PSDB na Câmara informou que pedirá na segunda (11) investigação da Polícia Federal para identificar os autores das alterações realizadas na enciclopédia virtual. Além disso, o partido também pedirá explicações ao ministro da Secretaria de Comunicação Social, Thomas Traumann, para saber de onde teria partido a ordem para alterar o perfil dos jornalistas.

Conforme revelou o jornal “O Globo” nesta sexta (8), partiu do Planalto uma modificação feita em maio de 2014 na Wikipédia que qualifica as análises de Miriam Leitão como “desastrosas”. Outro trecho diz que a comentarista teria defendido o ex-banqueiro Daniel Dantas e ainda que ela teria cometido “um dos maiores erros de previsão” sobre o crescimento o PIB brasileiro durante a crise financeira internacional de 2009.

Ainda de acordo com o jornal, o computador conectado à na rede do Planalto também alterou o perfil do jornalista Carlos Alberto Sardenberg ao dizer que ele é crítico “em relação aos cortes de juros” promovidos nos governos Lula e Dilma. Outra modificação informa que o comentarista é irmão de Rubens Sardenberg, “economista-chefe da Febraban, instituição que tem grande interesse na manutenção de juros altos”. Mais tarde, acrescentou que “a relação familiar denota conflito de interesse”.

Por meio de nota, a Secretaria de Comunicação da Presidênca informou que, por razões técnicas, “é impossível” localizar os computadores de onde partiram as alterações, que, segundo “O Globo”, foram feitas em maio de 2013. A nota informa que até julho deste ano, os conteúdos da rede de internet do Palácio do Planalto eram arquivados por no máximo seis meses.

“Outro dado técnico que dificulta a identificação de quem fez as modificações na Wikipédia é o fato de elas terem sido realizadas por um número de rede de internet do Palácio que também funciona para a rede wifi. Ou seja, qualquer pessoa, mesmo que estivesse em visita ao Palácio do Planalto, poderia, em tese, ter realizado as alterações”, afirma a nota oficial.

A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) e a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert) defenderam que se investiguem as denúncias. Para a Abert, o ato que teria sido feito no palácio do governo é “ainda mais inaceitável” porque visa atingir profissionais da imprensa.

A vice-presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), Maria José Braga, classificou a alteração no perfil dos jornalistas de “condenável” e pediu a punição dos responsáveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s